sexta-feira, 15 de abril de 2016

Dicas para vencer a procrastinação

A procrastinação é um dos maiores obstáculos que devem
ser superados para que seus sonhos se realizem. 
Aqui estão algumas dicas úteis!


Procrastinação é a ação de deixar algo para mais tarde, para amanhã; adiar. É o péssimo hábito de deixar para depois o que tem de ser feito agora. A essência da procrastinação é não fazer o que você deveria estar fazendo. Pode chegar a ser uma forma de vida que se caracteriza pela constante atitude de “empurrar com a barriga”.

É uma das maiores causas da baixa produtividade, e mesmo assim poucas pessoas fazem algo para evitar ou superar este hábito daninho. Se já é muito prejudicial na vida pessoal, pode ser mortal na vida profissional, levando a oportunidades perdidas, estresse, sentimento de culpa, perda de emprego e até falência de empresas.

Quando alguém se depara com uma tarefa difícil é como se tivesse que escalar uma montanha. Quanto mais o indivíduo olha para o topo da montanha, mais complicada a tarefa parece ser. Nesta situação, é fácil procrastinar encontrando outras coisas para fazer antes.


Praticamente todo o mundo já decidiu alguma vez: “Vou fazer isso amanhã” ou “Faço outro dia quando tiver mais tempo”. Muitas pessoas passam suas vidas com uma grande quantidade de tarefas não realizadas, grandes e pequenas, que ficam por muito tempo gerando terríveis consequências.

E geralmente, as pessoas se sentem muito mal por prometerem a si mesmas que farão certa atividade, para depois se darem conta que o tempo passou e nada foi feito. E quando alguém não é fiel a si mesmo, a autoestima cai muito. Mas, o hábito segue em frente, apesar de ser de acordo geral que a procrastinação é extremamente prejudicial para todas as áreas da vida.

Existem alguns motivos que podem impulsionar a procrastinação: medo do desconhecido, perfeccionismo, medo de mudanças, desorganização, receio de falhar. Mas o que mais gera a procrastinação é estar predominantemente em níveis emocionais baixos como a raiva, medo, tristeza e apatia.

Portanto, a chave para vencer a procrastinação é se manter em níveis emocionais altos como a alegria e o entusiasmo. Nesses níveis há muito mais energia disponível para a ação.

Mas mesmo que você não consiga estar entusiasmado a maior parte do tempo, aqui estão dicas, baseadas nas obras de L. Ron Hubbard, para superar a procrastinação e seguir em frente com suas tarefas:
  1. Quando há muitas coisas para fazer, você se sente confuso e acaba não fazendo nada, pois não sabe por onde começar. A dica é começar por qualquer coisa. Simplesmente escolha a primeira coisa que estiver na sua frente e faça isso.
  2. Pense que terá muito mais trabalho e dor de cabeça se não realizar a tarefa do que se realizá-la. Então, force-se a passar através do incômodo para evitar mais aborrecimento.
  3. Perceba que depois de realizar a enfadonha atividade você se sentirá melhor. Então, foque nesta recompensa final. Pode até criar prêmios para si mesmo, como por exemplo, um delicioso cappuccino depois do término daquele relatório entediante.
  4. Escreva todas as tarefas que aguardam realização. Depois leia a lista e comece com a mais simples ou fácil e faça essa. Depois a seguinte mais fácil e assim por diante.
Ponha em prática essas dicas e depois, escreva-me dizendo o que aconteceu!

Para mais informações de como elevar seu nível emocional e se manter entusiasmado, assista a um curto vídeo clicando aqui.

terça-feira, 5 de abril de 2016

O Segredo da Motivação


Como se automotivar e se manter motivado de forma constante ainda é um mistério para muitos. Mas com a compreensão de alguns princípios básicos é possível gerar energia contínua para entrar e permanecer em ação.


A palavra “motivar” vem do Latim Medieval MOTIVUS, “o que move, o que empurra”. E esta palavra vem do Latim Clássico MOVERE, “mover, mexer, colocar em movimento”. Motivar é levar a ação! Sem movimento ou AÇÃO você não vai conseguir nada na vida. 

Mas por que, muitas vezes, você tem tanta dificuldade para se automotivar ou motivar os outros? 


E há outras perguntas a serem respondidas:
  • Como você mantém a motivação por seu trabalho?
  • Qual a relação da motivação com a prosperidade?
  • Por que a motivação dura tão pouco?
  • Qual é o fator chave do qual depende sua motivação na vida?
  • Como manter sua motivação viva por muito mais tempo?

Para começar a responder todas estas questões acima, vamos analisar o que é a AÇÃO. Já pensou em ação como movimento e energia? A energia elétrica vem das forças do vento, dos raios solares, da queima do gás natural e do óleo, e da força da água. Os indivíduos também precisam de uma força, carga ou combustível para agir e funcionar bem. 

Nos seres humanos, este combustível é o motivo, a razão, o propósito. Mas não é qualquer motivo que fará um indivíduo agir de forma massiva e constante para atingir suas metas e conquistar seus objetivos. 

A potência da energia que impulsionará a ação vai depender da importância do seu objetivo, da necessidade desta conquista, e da determinação e persistência do indivíduo em direção à meta.


E para conseguir ter e manter essa energia, primeiro, a pessoa deve ter uma vida saudável, sem vícios, com descanso suficiente e alimentação sadia. Além disso, vai precisar de um equilíbrio mental e emocional que a leve a manter uma elevada autoconfiança. 

O desequilíbrio mental e a diminuição da autoconfiança são causados pelo acúmulo de dores, perdas, fracassos e sofrimentos que uma pessoa experimenta na vida.

Entenda melhor através desta citação do escritor e filósofo americano L. Ron Hubbard:

“Uma das descobertas básicas da Dianética foi que a inconsciência e toda a dor que a acompanha eram armazenadas em uma parte da mente, e que esta dor e esta inconsciência acumulavam-se até causarem que o organismo começasse a morrer.”
“Outra descoberta de Dianética foi que esta dor pode ser anulada ou apagada, com um retorno a plena consciência e uma reabilitação em direção à sobrevivência.”
“Em outras palavras, com Dianética tornou-se possível neutralizar a inconsciência e a dor acumulada através dos anos e restaurar a saúde e a vitalidade do organismo.”
– L. Ron Hubbard

Portanto, é possível atingir equilíbrio mental, aumentar a autoconfiança e se manter automotivado com o estudo e aplicação das técnicas terapêuticas de Dianética.


E agora ficou muito mais fácil com o livro Autoanálise que contém uma terapia que pode ser auto aplicada em casa mesmo, duas a três vezes por semana.

Inicie-se hoje mesmo no caminho de autoconhecimento e melhoramento pessoal para garantir uma vida cheia de grandes sonhos e realizações.

Veja este vídeo para saber mais sobre a Autoanálise. Clique aqui!